Depois do temporal*

Dia de contabilizar prejuízos e participar de protestos. A cidade pára de novo

No dia seguinte ao temporal que castigou Salvador, moradores de vários bairros passaram o dia limpando suas casas e veículos. Muita gente jogou fora móveis e eletrodomésticos danificados pelo aguaceiro. Também houve protestos em vias de grande movimento contra a falta de ação da prefeitura, o que provocou engarrafamentos. Em três horas choveu mais do que a média do mês de fevereiro. Foram registradas 327 ocorrências pela Defesa Civil. Casas e muros ruíram. Há, pelo menos, 50 desabrigados. O governo federal anunciou a liberação de recursos para a cidade | SALVADOR | PÁGINAS 4, 5 E 7

*Esta notícia não é de hoje. Foi publicada na capa do jornal A Tarde de 1°de março de 2008